Maxilabor orienta caminhoneiros

Maxilabor orienta caminhoneiros

O Maxilabor, atento às questões sobre o coronavírus, sugere alguns procedimentos para que os caminhoneiros possam enfrentar esse momento. É preciso ter cuidado com si mesmo e com o próximo, e acima de tudo, respeitar as orientações das autoridades.

Para aqueles que ainda não paralisaram suas atividades, o Maxilabor sugere que tomem alguns cuidados como lavar as mãos, punhos e antebraço com mais frequência, com muita água e sabão; transportar na boleia álcool em gel 70% para os momentos em que lavar as mãos não seja possível; cobrir o rosto ao espirrar e tossir; usar lenço descartável; procurar manter distância de pelo menos 2 metros de outras pessoas; não compartilhar objetos pessoais, como copos, talheres, toalhas, celulares, etc; não tocar os olhos, nariz e boca com as mãos sujas, e sempre que possível lavar muito bem o rosto.

Caso algum caminhoneiro (ou familiar, parente, amigo, etc) apresente sintoma de gripe (coriza, tosse seca e dor de garganta) a sugestão é para que fique em casa. Nos casos desses sintomas acompanhados por febre e dificuldade de respirar, a orientação é para que procure o atendimento médico mais próximo.

O momento é delicado e o mundo todo está aprendendo, a cada dia, a como lidar com o novo coronavírus. A ideia de prevenção é para que o vírus não ganhe força em nosso país.

#nãoésobrenãopegar

#ésobrenãotransmitir

 

Compartilhar

Gisela Vendramini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *