skip to Main Content
0800 100 2365 contato@maxilabor.com.br
CORONAVÍRUS – TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

CORONAVÍRUS – TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

  • Geral

O Novo Coronavírus surgiu no final de 2019 na cidade de Wuhan, na China. Atualmente, o mundo está vivenciando uma pandemia batizada de Covid-19 pela Organização Mundial de Saúde, que já estabeleceu procedimentos e protocolos para o tratamento da doença.

TRANSMISSÃO

A transmissão da doença se dá de 3 formas: por vias respiratórias, como pelo ar e por gotículas provenientes de espirros e da fala de indivíduos infectados; possivelmente por contato físico, como beijos e abraços, e eventualmente por meio do contato de superfícies contaminadas, como segurar em corrimão, sacolas, pacotes, por exemplo.

SINTOMAS

Os principais sintomas são: febre moderada (até 38,5ºC), tosse seca, cansaço e dor de garganta. Alguns pacientes também podem sentir dores no corpo, congestionamento nasal, perda de olfato e paladar, inflamação na garganta ou diarreia. Nos casos mais graves há síndrome respiratória aguda e insuficiência renal.

 

 

PREVENÇÃO

É importante e recomendável: o uso de máscaras, lavar as mãos com água e sabonete, por pelo menos 20 segundos, esfregando bem embaixo das unhas, pulso e cotovelo, ou utilizar álcool em gel 70%; evitar tocar os olhos, nariz e boca; limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado; não compartilhar itens pessoais como talheres e toalhas, e manter uma distância mínima de dois metros das pessoas. Tomar banho assim que chegar em casa depois de um dia de trabalho, condução etc.

 

HÁBITOS SOCIAIS

É possível se contaminar pela proximidade com as pessoas. Por conta disso, os infectologistas recomendam evitar alguns hábitos sociais, como cumprimentar com beijos no rosto e aperto de mãos ou abraços.

MORTE AO VÍRUS

Por não ser um vírus muito resistente ao ambiente, o novo coronavírus pode ser morto por produtos de limpeza desinfetantes de fácil acesso, como sabonetes, álcool 70%, água sanitária e até com a combinação de água e sabão.

POSSO PEGAR O VÍRUS MAIS DE UMA VEZ?

Após a infecção a maioria das pessoas criam imunidade contra o coronavírus. Portanto, é praticamente impossível ter nova infecção pelo vírus. Segundo especialistas, grandes epidemias começam a diminuir quando uma população grande já foi infectada e já está imune, e não adoece mais.

VACINA

Países como Rússia, China e Estados Unidos e outros (inclusive Brasil), já pesquisam uma vacina contra coronavírus. É pouco provável ter produção em larga escala antes de março de 2021.

 

 

TENHO UMA SUSPEITA, COMO DEVO PROCEDER?

Segundo a Organização Mundial da Saúde, deve-se evitar sair de casa, circular em lugares fechados, com muitas pessoas e com pouca ventilação. Procurar orientação médica é fundamental.

A DOENÇA TEM CURA?

Segundo a OMS ainda não há cura e não há um tratamento medicamentoso definido. Porém, há fortes indícios de que o uso de hidroxicloroquina ou ivermectina, associadas à azitromicina, em fase inicial, previne o pico da doença e a evolução para casos mais graves.

QUEM CORRE MAIS RISCO?

Segundo a Sociedade Brasileira de Infectologia, os grupos de maior risco são adultos com mais de 60 anos e com comorbidades (obesos, cardíacos, diabéticos, portadores de câncer etc.). Isso não significa que outros grupos sejam imunes à doença.

 

 

 

ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO E O CORONAVÍRUS

Não há provas ou evidências de que os pets podem transmitir a doença. A única suspeita é que a carne de animais infectados pode contaminar humanos. Não há, porém, informações sobre a forma como os bichos se contaminam com o vírus.

ATENÇÃO

  • O uso de máscaras é obrigatório quando fora de casa
  • Utilize lenço descartável para higiene nasal
  • Não compartilhe talheres, copos, toalhas e demais objetos pessoais
  • Mantenha uma distância mínima de dois metros de qualquer pessoa
  • Tome água muitas vezes ao dia
Back To Top